Quem sou eu

Giruá, RS, Brazil
A Carmelita Contemplativa responde ao convite de Jesus Cristo seguindo o Seu caminho, o Seu projeto de vida, a Pessoa de Jesus, no Carmelo. No evangelho vemos que Jesus trabalhou, ensinou, curou doentes, visitou famílias, anunciou a boa nova do Reino, rezou... Nós, Irmãs Carmelitas Contemplativas reproduzimos na Igreja a vida orante de Jesus. Através da Oração somos discípulas e missionárias de Jesus até os confins do mundo. Carregamos no coração as esperanças, as alegrias, a dor, o sofrimento, as lutas, o progresso, enfim tudo o que faz parte da vida de nossos irmãos e irmãs que caminham neste mundo e também aqueles nossos irmãos e irmãs que já partiram deste mundo e ainda esperam a plena posse da felicidade eterna e, em nossa oração apresentamos tudo isso com Jesus ao Pai.

26 de março de 2015

FREI GILBERTO NOS VISITA

 Tivemos a grande alegria da visita de
 Frei Gilberto Hickmann, que  antes de ir para
 a missão veio rever as suas irmãs.






 Obrigada Frei Gilberto por sua visita.
foi muito bom este reencontro!
Que  O bom Deus o assista e acompanhe em sua nova missão
na África. 
 Que Santa Madre olhe sempre para seu trabalho 
de evangelização, junto desse povo sedento de Deus!
Conte sempre com nossa oração.

22 de março de 2015

DEUS NOS CONVIDA AO AMOR

A liturgia deste domingo proporciona ao fiéis
um momento penitencial, de reconciliação,
onde Deus nos convida a retornar
ao  verdadeiro amor, onde o Pai
espera que voltemos a Ele
em busca  da verdadeira vida, que nos conduz 
sempre mais perto de Si.






Dia da água!
É na água do batismo que nos purificamos...

É no sacramento do perdão que nos reconciliamos
 com Deus,com os irmãos e conosco mesmo.
"Perdoai-nos ó Pai as nossa ofensas,
assim como nós perdoamos a quem nos ofendeu!"
Grande compromisso!
"ajudai-nos, Senhor a perdoar e livrai-nos de
 julgar e condenar!"

Perdoar não significa esquecer as marcas profundas
 que nos deixaram,
ou mesmo fechar os olhos para a maldade alheia.
Perdoar é desenvolver um sentimento profundo 
de compreensão,
por saber que nós e os outros ainda estamos
 distantes de agir corretamente.
Por não estarmos, momentaneamente em completo contato
com a intimidade de nossa criação divina,
e que todos nos temos em várias ocasiões,
gestos de irreflexão e ações inadequadas.
Quantas vezes devemos perdoar?
"Não te digo sete vezes, mas setenta 
vezes sete"

19 de março de 2015

O PAI ADOTIVO DE JESUS


Hoje solenidade de São José.
O Homem chamado de "justo", que soube amar 
a Deus acima de todas as coisas.
"José não pronuncia palavra nenhuma 
nos evangelhos; ele é, contudo, 
palavra pronunciada por Deus."
São José, pai carinhoso,
São José, o homem que ensinou Jesus a rezar,
São José que ensinou Jesus a brincar,
 que ensinou Jesus trabalhar.
foi o "homem justo", protetor da boa morte.
O pai adotivo de Jesus, o esposo de Maria,
pai e protetor da Sagrada Família!
"Não deixemos nunca de pedir a intercessão de São José
 nas necessidades. Mas junto com isso,
 poderíamos pedir-lhe que nos ensinasse a ler melhor o Evangelho.
 Não tem ali nenhuma palavra dele, 
ma ali está a Palavra à qual ele consagrou sua existência; 
se assim o fez, foi porque entendeu.
 Por que não lhe pedimos que nos ajude a "interpretar" 
o que tantas vezes não compreendemos devido 
a que provavelmente, não o aceitamos? 
Será questão de "razões"
 ou de Leitura?"
(Frei Rafael Santamaria - OCD)

15 de março de 2015

ALEGRIA QUE VEM DO SENHOR

A Quaresma é um tempo penitencial,
 de oração, jejum e esmola, 
onde a cor litúrgica é o roxo.
 Todavia, temos, no decorrer deste tempo,

um momento de júbilo, onde a
 cor litúrgica passa do roxo para o rosa. 
É o chamado "Domingo Laetare", 
ou "Domingo da Alegria".
 Mas, você sabe o porquê?"
"O IV Domingo da Quaresma 
recebe estes nomes
 porque assim começa, neste dia,
 a Antífona de Entrada da Eucaristia: 
 "Alegra-te Jerusalém! Reuni-vos,
 vós todos que a amais; vós que estais tristes,
 exultai de alegria! Saciai-vos com
 a abundância de suas consolações", 
conforme Isaías 66, 10-11.
A cor litúrgica passa do roxo para o rosa
 para representar a alegria 
pela proximidade da Páscoa."
"A alegria surge de um coração que se
 sente amado por Deus e que, 
por sua vez, ama com loucura o Senhor;
 de um coração que além
 disso se esforça
 por traduzir esse amor em obras."