Quem sou eu

Giruá, RS, Brazil
A Carmelita Contemplativa responde ao convite de Jesus Cristo seguindo o Seu caminho, o Seu projeto de vida, a Pessoa de Jesus, no Carmelo. No evangelho vemos que Jesus trabalhou, ensinou, curou doentes, visitou famílias, anunciou a boa nova do Reino, rezou... Nós, Irmãs Carmelitas Contemplativas reproduzimos na Igreja a vida orante de Jesus. Através da Oração somos discípulas e missionárias de Jesus até os confins do mundo. Carregamos no coração as esperanças, as alegrias, a dor, o sofrimento, as lutas, o progresso, enfim tudo o que faz parte da vida de nossos irmãos e irmãs que caminham neste mundo e também aqueles nossos irmãos e irmãs que já partiram deste mundo e ainda esperam a plena posse da felicidade eterna e, em nossa oração apresentamos tudo isso com Jesus ao Pai.

23 de abril de 2017

FÉ: SUSTENTO EM NOSSA CAMINHADA TERRENA!

Tomé foi um dos doze Apóstolos 
escolhidos por Jesus 
(Marcos 3, 18; Mateus 10, 3) 
Era judeu, da Galileia e provavelmente 
pescador. 
Seu nome aparece onze vezes 
no Novo Testamento. 
Tomé ou Tomás, significa “gêmeo”. 
No grego, a palavra equivalente é Didymus.
 Isto nos faz supor que ele tinha 
um irmão gêmeo.
 Ele acompanhou Jesus como discípulo durante
 os três anos de vida pública do Mestre.
Após a morte de Jesus, Tomé estava entre 
os Apóstolos que receberam o Espírito Santo 
no dia de Pentecostes. 
Depois disso, sabe-se que ele foi pregar 
o Evangelho na Índia.
A memória de São Tomé está fortemente 
relacionada ao fato de ele ter duvidado de 
seus companheiros, 
quando estes lhe afirmaram terem visto 
Jesus ressuscitado (João 20, 24-29). 
Ele quis “ver para crer”. 
 Neste sentido, ele representa a cada um de nós
 quando passamos por momentos de dúvida. 
Por outro lado, sua dúvida nos ajuda a entender 
que Deus não rejeita a necessidade de certeza, 
mas elogia aqueles que “creem sem terem visto”. 
Porém, que possamos nos inspirar também 
no seu testemunho de fé quando
 a verdade se apresenta.
Muitas vezes somos semelhantes a Tomé,
 precisamos ver para crer.
E Jesus nos fala claramente no Evangelho: 
Felizes os que creem sem ter visto!
Senhor… Me ensina a esperar pelo Teu tempo. 
Segura firme minha mão e aumenta 
minhas forças na caminhada da vida. 
Me conduz pelo melhor caminho guiando 
meus passos. 
Me protege de todo mal. 
Aumenta minha fé e renova cada dia 
a minha confiança em Ti.

17 de abril de 2017

O SENHOR RESSUSCITOU, ALELUIA!


Jesus Ressuscitou, para que nós tenhamos 
vida eterna, vida para ser vivida na fé, 
no amor e na esperança.

Foi diante de um poço
que a vida se renovou dentro da samaritana.
e de seu povo. Também nós somos renovados a cada dia
na celebração da Eucaristia!


Ele saiu do sepulcro para nos ensinar 
a sairmos de nós mesmos e irmos ao 
encontro dos irmãos!
Um fogo Novo, 
vem iluminar nossa vida, nossas atitudes,
 nossa coragem de lutar por um 
mundo melhor!


A Luz de Cristo nos ilumina,
nos orienta, ilumina nosso caminho e nosso caminhar!
A Páscoa representa a vitória 
da vida sobre a morte, o sacrifício pela verdade 
e pelo amor.
Jesus de Nazaré demonstrou que não
 se consegue matar as grandes ideias renovadoras,
 os grandes exemplos de amor ao próximo
 e de valorização da vida.
A vida só pode ser definida pelo amor, e o amor pela vida.
Foi por isso que Ele afirmou que veio 
ao mundo 
para que tivéssemos vida em abundância,
 isto é, plena de amor.

No esplendor desta noite, em que os hebreus foram salvos, 
nós os cristãos pro-clamemos: 
Cristo libertou-nos da morte.
 No esplendor desta noite que viu vencer 
o Cordeiro por Cristo salvos honremos seu sangue 
por nós derramado.
No esplendor desta noite que viu Jesus ressurgido
 vivo saiu do sepulcro, vencendo 
o poder do demônio.
 Noite mil vezes bendita: Deus deu seu Filho dileto. 
Para salvar os escravos; obra da divina bondade.
 Noite mil vezes bendita: Do paraíso 
o pecado Deus reparou pela morte 
do novo Adão, Jesus Cristo.
 Noite mil vezes bendita: Aniquilou-se a maldade. 
Aos que algemados estavam, despontou
feliz liberdade.
Noite mil vezes bendita: 
Nosso opressor foi vencido. 
Os infelizes libertos; o céu com aterra irmanado.
8. Noite mil vezes bendita: 
Noite que brilha qual dia na luz de Cristo glorioso, 
exultemos nós de alegria.
Páscoa é tempo de paz
e de agradecer por tudo o que temos recebido
das mãos de Deus
Páscoa é ser capaz de mudar, 
é partilhar a vida na esperança,
 é lutar para vencer...

Também tivemos a visita Cecilia, Idair, Edenilson e Daniela
que vieram de Carlos Barbosa visitar Irmã Teresa
e também nossa comunidade.
BANDA "MUITO POUCO QUASE NADA"
Uma demostração somente...
TOUCOU POUCO, QUASE NADA

ABENÇOADA PÁSCOA!

16 de abril de 2017

SEXTA FEIRA SANTA JUNTO DO SENHOR

Sexta feira Santa, junto do Senhor
numa procissão, saindo do Santuário do Carmelo
até a Igreja Matriz, dirigida por Padre Marcos 
com colaboração do Padre Afonso,
 dos jovens, crianças e fiéis
que pelas ruas de Giruá proclamam sua fé em 
Cristo Ressuscitado.
 Em algumas localidades, a Celebração da Paixão
e Morte do Senhor é procedida da
Procissão do Enterro,  também
 conhecida como Procissão do Senhor Morto, 
durante a qual predomina o silêncio 
e a luz das tochas e das velas, que
os fiéis transportam.  
O Senhor segue, ou num pequeno tombinho, 
ou numa imagem que o representa acabado
de descer da cruz. 

 Este ato religioso foi estabelecido, 
em Portugal, nos séculos XV e XVI, passando a integrar 
as celebrações tradicionais da Semana Santa.
Certamente a dor nos humilha, mas é nessa santa 
humilhação que Deus nos edifica, corrige, cura e santifica. 
São Francisco de Sales dizia que ninguém 
se torna humilde e santo se não passar pela 
cadinho da humilhação. 
Jesus e Maria nos ensinam a aprender
 a sofrer em silêncio, 
como eles sofreram no doloroso encontro 
no caminho do Calvário.  
Irmã Lourdes, nossa madre,
 é convidada a acender o Círio , 
do qual era compartilhada com todos a luz
para iluminar a caminhada com Cristo.













Jesus e Maria nos ensinam a aprender
a sofrer em silêncio, 
como eles sofreram no doloroso encontro
no caminho do Calvário.